3 anos de Dieta Gracie

Oi gente!
Caraca! Hoje completo 3 anos me alimentando segundo os princípios da Dieta Gracie e nem sei por onde começar a escrever. Só coisa boa nessa vida de ‘aprender a comer direito’. Mas eu decidi listar em tópicos as coisas boas que me aconteceram nesses 3 anos.


  • Saúde

    Eu tinha problemas com algumas coisas antes de seguir a Dieta Gracie, como por exemplo uma gastrite terrível, sinusite e rinite que nunca me deixavam em paz, enxaquecas fortíssimas, vivia com problemas estomacais devido a ‘gordura no fígado’ dado ao excesso de consumo de gorduras em excesso da carne vermelha, sem contar os inconvenientes ‘gases’ após as refeições que era uma coisa que me incomodavam muito, meu estômago chegava a se contorcer de dor, tendo que apelar aos remédios para alívio dessas dores. Pois bem, comendo a cada 4 horas e meia, (no mínimo), não misturando doces com alimentos salgados, largando o péssimo hábito de consumir refrigerantes cheios de açúcares e sal, e combinando apenas um tipo de amido em cada refeição, com o tempo a enxaqueca foi embora, a gordura no fígado se derreteu e foi embora também, as enxaquecas foram procurar outras cabeças e as rinites e sinusites me deram adeus para sempre! Sem contar os gases, meu Deus, esses sumiram de vez.


  • Disposição

    Eu adorava ficar no sofá, e sinceramente odiava levantar para fazer o que fosse, até levar o lixo na lixeira para mim era uma tortura. Depois de três anos de Dieta Gracie hoje eu sou muito mais disposta para trabalhar, realizar as tarefas do dia a dia, treinar meu Jiu-Jitsu com paciência, tranquilidade, fazer as corridas de 5 e 10km que aprendi a gostar depois que passei a ter mais disposição para encarar essas tarefas que achamos que são impossíveis.


  • Paciência e Discernimento

    Paciência era uma coisa que sinceramente eu não tinha. Para quem passava uma semana inteira (incluindo-se também os finais de semana) se alimentando de fast-food, comidas gordurosas, açúcar em demasia, comidas que são elaboradas para te viciar, eu era uma pessoa de extremo mau humor, com o pavio curto, como dizem, eu estourava com qualquer pessoa e por qualquer motivo, e hoje, tendo consciência que a base de uma vida melhor, colhendo frutos em todos os aspectos que plantamos, seja vida profissional, pessoal, com parentes e amigos, posso dizer tranquilamente que a boa educação alimentar que a Dieta Gracie me proporcionou foi de extrema importância para que eu pudesse ser uma pessoa mais paciente e que tivesse um melhor discernimento, sobre como resolver situações que a primeira vista simplesmente pareciam um conflito, hoje as encaro com muito mais serenidade e sempre conseguindo pensar em alguma maneira em como resolver uma situação talvez não muito agradável aos olhos de outras pessoas.


  • Paladar

    Simplesmente odiava alguns alimentos até conseguir desintoxicar meu corpo e paladar para as coisas que não acrescentam em nada a nossa dieta alimentar diária. Por estar muito acostumada a beber refrigerantes e comidas hiper calóricas, fabricadas sempre com muito açúcar ou muito sal, depois de me adaptar com a nova alimentação, finalmente consegui sentir prazer em fazer uma refeição doce e sentir sabor nas frutas, mel e queijos que antes para mim não possuíam gosto algum. Quando estamos condicionados a comer somente alimentos industrializados, bem como fast-foods e outras coisas nocivas ao nosso organismo como açúcar em demasia, nós estamos literalmente matando nosso paladar para as coisas simples e nutritivas que podemos nos beneficiar, e assim só conseguimos enxergar prazer nas coisas que nos satisfazem o nosso paladar e nos dão prazer. Uma maçã ou uma fatia de mamão com mel e queijo branco parecem estranhos quando estamos acostumados com o sal e o açúcar dos hambúrgueres e refrigerantes. Eu literalmente redescobri sabores, quando reaprendi a comer como devemos, sempre para viver, e não viver para comer.


  • Finalmente e menos importante que os ítens anteriores o PESO.

    Sim! O peso foi o que menos importou por ter diminuído, De 103 quilos a três anos atrás para 66 quilos hoje, o peso eu diria que foi apenas consequência da uma vida regrada em alimentos saudáveis, exercícios físicos dentre outros hábitos saudáveis como beber água constantemente durante o dia, reduzir a quantidade de sal no preparo dos alimentos, consumir produtos orgânicos, reduzir lactose e glúten, enfim, a perda de peso foi apenas um detalhe nas coisas que eu aprendi tendo condicionado a minha alimentação e meu dia-a-dia em coisas mais saudáveis, não só a alimentação, como fatores em que a gentileza gera gentileza, ou apenas respirar fundo diante uma situação em que lhe parece faltar a calma, com certeza contribuíram para que hoje eu estivesse muito melhor não só de corpo, mas de mente e alma também!

Tem uma história bacana com a Dieta Gracie? Manda pra mim! Eu publico no blog contando para todo mundo saber, e assim quem sabe, possamos ajudar mais pessoas que talvez não tenham mais esperanças em mudar de vida, de hábitos alimentares!

10423971_334556443359484_4883311009572325144_n

10352994_430276427120818_915599881216647256_n

cropped-284030_126138154201315_188885214_n.jpg

10276016_1656213761272272_3391006012724508957_n

1471812_382670855214709_2102413705592243274_n

10517533_424508364364291_4714973968436343017_n

Anúncios

5 comentários sobre “3 anos de Dieta Gracie

  1. Muito inspirador seu depoimento! Pois justamente hoje pensei “nossa, como vou deixar de comer tal alimento…?”. O paladar fica viciado e acostumado durante uma vida toda com certos alimentos, e pelo o que percebi pelo o seu depoimento, a dieta Gracie mudou completamente seu paladar! Sensacional! Uma super motivação!
    Obrigada!

  2. Bom dia Gabi tudo bem? Primeiro quero parabenizá-la pelo blog e por toda determinação. Vi que você comentou que sofria bastante com Rinite e sinusite e eu também tenho e sofro desse mesmo mal. Quais foram os hábitos e alimentos que você cortou ou introduziu, que eliminar esses problemas em você?
    Estou aos poucos introduzindo a dieta Gracie na minha vida e tenho bastante curiosidade nessa parte.
    Agradecido
    Abraços

    1. Bom dia Luis. Tudo ótimo! Meu problema com a rinite e sinusite era bem intenso. Primeiro passo foi cortar o leite de vaca. Em três anos eu descobri que minha alergia não era culpa do gato como eu pensava e sim da lactose. A obesidade agravava o problema da rinite, sendo assim, eu tirei o leite e reduzi as quantidades de derivados como queijos muito amarelo, procuro hoje consumir em quantidade moderada os mais brancos. Espero que te ajude! Um abraço!

      1. Muito obrigado Gabi.
        Ultimamente tenho consumido mais queijo branco, mas faz pouco tempo que cortei um pouco o leite ou yogurt. Acredito que mais para frente vou sentir os resultados. Muito obrigado peça ajuda e vou acompanhar seu blog para pegar dicas de receitas e também a sigo no Instagram. Mais uma vez parabéns

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s