Nós nos sabotamos demais

Oi gente!

Vim aqui hoje pra dizer o quanto a gente se sabota no dia a dia. O quanto achamos que não conseguimos conquistar determinadas coisas e nos colocamos pra baixo sem saber realmente o potencial que temos quando realmente queremos algo.
Passei muitos anos da minha vida me colocando pra baixo, achando que fosse incompetente, achando que eu não poderia mudar minha vida. E pois é, eu saí do sofá, e ainda assim, com 33 quilos a menos, ainda duvidava do meu potencial. Até ontem.

Depois de dar uma diminuída nos treinos de Jiu-Jitsu e intensificado a corrida, senti que ainda assim, depois de ter perdido 33 quilos ainda precisava de um estimulo maior. Comecei correndo 2, 3 e cheguei a 5km e desde março correndo nessa distância e achei que tudo estava ficando chato, monótono e sem graça. Tenho que admitir que eu não gosto de correr. O que aprendi com a corrida foi a sensação de poder me desafiar sempre, colocar metas e ir pra cima de cada uma delas. E nada de metas agressivas. Comecei com 2k, sempre acrescentando dificuldades leves que eu sabia que poderia cumprir e assim foi. Até que eu decidi me colocar em teste, achando sempre que não poderia, aí que eu entendi que estava me minimizando.

5k já estava confortável demais, terminava as provas muito confortável, mas em momento algum acreditei que poderia ir além. Até que um dia isso mudou. Coloquei o tênis no pé, e fui. 1, 2, 3, 4… 10!
Lembra que eu disse que não gostava de correr? Sim, realmente não gosto do ato de correr. O meu prazer está assim que a corrida termina, o suor escorre, as lágrimas caem por ter conquistado mais um degrau. Esta é a sensação boa que a corrida me proporciona e creio que coisa nenhuma na vida me deixa tão satisfeita do que o prazer de ter superado mais um limite.

Uhuuul! 10k
Uhuuul! 10k

Ontem eu corri meus primeiros 10k em um treino. Meu tempo foi de 1:17:40 e o tempo é o que menos importa quando eu decido correr, seja pra espantar a preguiça, tpm ou cólica. Eu corro porque agora eu sei que EU POSSO! E chega de me minimizar. Agora vou trabalhar em cima daquilo que eu tenho certeza que eu consigo: superação. Não vejo a hora de fazer minha primeira prova de 10k que já tem data marcada: 02/11 – Athenas em SP. Que venha minha primeira prova de 10k, porque como dizem: “Missão dada, é missão cumprida!”.

Anúncios

4 comentários sobre “Nós nos sabotamos demais

  1. Gabi acompanho +/- sua caminhada até aqui e isso me inspira muito, é uma coisa realmente boa de se ver e sua força interior deve ser incrível… Eu acompanhava pelo fb e pela primeira vez vim aqui ler o post e acabei vendo outros. eu faço atividade física porém não sigo uma dieta exata e as vezes acabo comendo porcarias demais e os treinos acabam sendo em vão por não dar resultados precisos, bjão, juxbemlok@hotmail.com

  2. Parabéns, adorei o blog. Estou na fase dos 5k e entendo perfeitamente quando você diz que não gosta do ato de correr. É realmente muito desconfortável. Queria praticar o Jiu Jitsu, pois pratiquei Muay Thai todos os dias durante 1 e meio e foi onde mais me encontrei. Hoje pratico a corrida e a musculação para fortalecer e emagrecer. Mas há dias em que estou bem desanimada. O seu blog fez perceber que não estou só. Obrigada e parabéns mais uma vez

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s